Histórico

sede-sindilojas-joinville

Aprovada pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) de 1946, determinando que para se ter um sindicato é preciso inicialmente ter uma associação com no mínimo dois anos de vida. Foi assim que um grupo de empresários joinvilenses deu os primeiros passos para a criação do que hoje é o Sindicato do Comércio Varejista de Joinville e Região (SINDILOJAS). A associação, na época coordenada pelo empresário Lourival Amandus May (in memoriam) fez um acordo com a Associação Comercial e Industrial de Joinville – ACIJ, no qual todas as questões referentes ao que viria a se tornar o Sindicato eram intermediadas pela ACIJ. Após o período legal, então se realizou uma assembleia que formou uma comissão, que em 1972 cria oficialmente a Associação de Lojistas. Composta por empresários do setor, em 22 de agosto de 1977, a entidade sindical é homologada através da Carta Sindical número MTB 318854, certificada pelo Ministério do Trabalho, transformando-se no atual Sindicato do Comércio Varejista de Joinville e Região.

PRESIDENTES

PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-001-Lourival-Amandus-May-002

Lourival Amandus May 1977 a 1986

O primeiro presidente da entidade, Lourival Amandus May, além de ser o responsável pelas atividades iniciais do Sindicato, coordenando sua fundação e instalação, também foi o responsável pelas primeiras Convenções de Trabalho realizadas. À frente da entidade no período de 1977 a 1986, Lourival, no ano de 1985, firmou uma parceria entre o Sindicato e a CDL Joinville, para a compra de uma propriedade na Rua Ministro Calógeras. Ousado, Lourival já almejava a construção da sede própria do Sindicato.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-002-gerd-haufe

Gerd Haufe 1986 a 1992

Em 1986, Gerd Haufe assume a presidência do Sindicato, com a proposta de dar continuidade ao projeto de reconhecimento e crescimento da entidade, enfrentou os altos e baixos da economia brasileira. Na época, a alta inflação e a oscilação dos preços, promoveu um verdadeiro turbilhão nas empresas de como proceder diante do momento econômico enfrentado pelo Brasil. A fiscalização ostensiva do Governo promoveu dentro do Sindicato reuniões diárias entre empresários na defesa do segmento junto aos órgãos de governamentais. O então presidente Gerd Haufe conduziu com maestria as questões relacionadas à classe em um momento de economia tumultuada. Ele presidiu o Sindicato até 1992 e teve um papel fundamental para o fortalecimento da categoria. O que é acordado nas Convenções Coletivas de Trabalho, objetivo principal do Sindicato, passa a ser lei, e a mesma é reformulada anualmente junto aos empresários da categoria, daí a importância dos comerciantes elegerem presidentes com discernimento para as negociações.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-002-goncalo-nascimento

Gonçalo do Nascimento 1992 a 2004

Participante ativo das federações e confederações, Gonçalo do Nascimento presidiu o Sindicato do Comércio Varejista de Joinville e Região de 1992 a 2004. Desde que tomou posse, teve o desafio de projetar a estrutura da sede própria, sua prioridade foi juntar recursos financeiros para estruturar as negociações da compra da nova sede e deixar uma receita suficiente para que o Sindicato pudesse sobreviver sozinho. Sua meta foi fazer com que o Sindicato conquistasse seu próprio espaço dentro do segmento lojista. Já com a política econômica brasileira estabilizada pelo então ministro Fernando Henrique Cardoso, que lançou o Plano Real, Gonçalo também passou a defender a possibilidade real de aumento para os empregados, priorizando sempre a ideia de bons salários para a categoria. Fundador da Apolo Calçados, Gonçalo do Nascimento chegou em Joinville em 1960, natural de São João Batista. Veio para estudar e logo começou a trabalhar como auxiliar de escritório. Administrador nato, para aumentar sua renda começou a comprar calçados e revender de casa em casa na cidade. Algum tempo depois, já com uma boa clientela formada, no dia 19 de março de 1962, abre uma lojinha de 36 m². O negócio promissor foi crescendo e, em 1974, inaugura uma nova loja, já em prédio próprio e com 250 m², proporcionando a Apolo Calçados o título de uma das maiores lojas de Santa Catarina, representando e distribuindo as maiores marcas do Brasil. Mesmo com a vida profissional em ascensão, desde a fundação do Sindicato, Gonçalo sempre encontrou tempo e participava ativamente das discussões da categoria. Ainda em 1974, foi convidado a participar da CDL. Com muito trabalho e dedicação, Gonçalo usou sua experiência administrativa para trabalhar em prol do Sindicato, quando dava expediente diuturnamente para acompanhar a construção da sede própria. “Tenho muito orgulho das medidas adotadas por mim e pelos ex-presidentes, o Sindicato atuou sempre de maneira muito modesta, desenvolveu suas atividades visando às causas sindicais e patronais, sempre dentro de uma linha heterodoxa, de economia para a entidade”.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-004-claudio-klein

Claudio Klein 2004 a 2007

Após a gestão de Gonçalo, Cláudio Celso Klein, empresário que atua no ramo de revenda de motos, tendo a concessão da marca Honda e sendo proprietário do Shopping São Francisco, assume a presidência do Sindicato. À frente da entidade no período de 2004 a 2007, Cláudio deu continuidade ao projeto do desenvolvimento do setor.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-005-Luis-Carlos-Steinck

Luiz Carlos Steinck 2007 a 2010

Nascido em Lages no dia 20 janeiro de 1953, o empresário do ramo de confecções e ex-presidente do Sindicato, Luis Carlos Steinck iniciou sua história de vida profissional em 1969, quando participou da fundação da CDL/ SPC – Lages, sendo também o primeiro funcionário contratado da entidade. No ano de 1971, foi trabalhar na rede A Barateira, de Lages. A identificação com o trabalho desenvolvido pelas entidades representativas levou Luis, nessa mesma época, a fazer parte da diretoria da CDL Lages. Com uma trajetória promissora no setor de Comércio, em 1979, foi transferido para Chapecó, onde durante quatro anos gerenciou a filial da rede A Barateira e também fez parte da diretoria da CDL Chapecó, como conselheiro do SPC. Em agosto de 1983, Luis Steinck chega a Joinville, ainda como gerente de loja, ingressa na diretoria da CDL Joinville, na qual permanece até dezembro de 2008, tendo como último cargo o de vice-presidente financeiro. Representante ativo dos anseios do comércio, em 2003 foi eleito vice-presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina – FCDL. No ano de 2007, passou a fazer parte do conselho de representantes da Federação do Comércio – Fecomércio.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-006-osnildo-de-souza

Osnildo de Souza 2010 a 2013

A nova gestão do SINDILOJAS tem como maior expectativa para este mandato, prestar serviços de qualidade aos associados e representados. Reciclar o lojista é um dos principais projetos, buscando a excelência que é exigida pelo consumidor. Osnildo é guiado pela busca da excelência e usa a frase que justifica o fato de ter como objetivo colocar o SINDILOJAS no mesmo rumo: “Vivemos a época de excelência e inovação”.
PRESIDENTES-SINDILOJAS-JOINVILLE-007-Raulino-esbitescoski

Raulino Esbitescoski 2014

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus justo dolor, lacinia ut dignissim a, auctor eget risus. Ut consectetur, libero at egestas pellentesque, dolor ante tempor urna, eget dapibus ligula ex vitae dolor. Donec nec mauris sit amet sapien aliquam pretium. Integer ut nulla lacinia, ultrices ante suscipit, feugiat neque. Nam porttitor quam id bibendum consequat. Etiam finibus aliquam metus, sit amet fermentum nunc pulvinar eget. Morbi vel iaculis ex, vel vulputate velit.